terça-feira, 2 de outubro de 2018

CONFISSÕES DE UMA GAROTA MÁ

Sim, eu estou de volta.
Eu mesma, aquela que parece descolada no Instagram. Eu sou tão sexy com meus jeans tamanho 44, e meus tênis All Star vermelhos. Na minha bolsa sempre tem pirulitos de cereja e cigarros com sabor de cereja, também.
Você deve ter visto minha última foto na Starbucks, com alguma legenda cool. Provavelmente alguma frase de alguma música emo, indie ou rock.
E é claro que você conhece minha fama de Bad Bitch.
Mas deixa eu explicar como isso funciona, caso você ainda não saiba. Nós, Garotas Más, não somos más o tempo todo. Porque isso, obviamente, significaria que ninguém nos suportaria. E precisamos de pessoas que nos amem, assim como precisamos de doses descontroladas de açúcar.
Sou comum e até bem comportada em boa parte do tempo. Ofereço ajuda, apoio e conselhos aos meus amigos. Lavo a louça. Pratico na rua a boa educação que a minha mãe me ensinou em casa.
Só que às vezes sou má. Sou terrível. Comentários sarcásticos saem da minha boca e estouram no ar, como bolas de chiclete. Nada sutil, nada educado.
Às vezes sou simplesmente uma casca grossa. Insuportável. Uma aprendiz de Satã. E nem mesmo as pessoas que eu mais gosto escapam da minha vilania.
Mas isso todo mundo já sabe.
A parte complicada está além, muito além do batom cor de vinho tinto, das selfies fazendo carão e da atitude “I really don’t care, do you?”.
Minha atitude debochada - e, por vezes, intimidadora -, minha grosseria e os insultos que lanço aos quatro ventos não se comparam com a crueldade que pratico comigo mesma.
Não estou tentando justificar nada. Só estou dizendo que nos dias em que sou uma completa escrota com as pessoas das quais eu gosto, sem razão aparente, é porque provavelmente estou surtando demais pra perceber. Talvez tenha esquecido de tomar algum remédio. Talvez a depressão ou a ansiedade estejam me pressionando demais. Ou qualquer merda dessas.
E só estou escrevendo isso porque talvez eu não seja a única. Talvez alguma Garota Má tenha te chateado hoje. Talvez ela tenha agido como uma vagabunda sem coração, sem motivo nenhum.
E é claro que ela está errada.
Mas, talvez, você não precise se vingar.
Porque ela pode estar sendo um pouco má com você, enquanto está sendo totalmente horrível com ela mesma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário