segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

LUTO

Eu só tenho roupas pretas, mas nenhuma parece apropriada para um velório.
Que idiota eu sou, por dizer a mim mesma que não estava preparada para vê-la daquele jeito. Ninguém nunca está.
Eu estúpida escolhendo roupas quando deveria estar experimentando o luto pela primeira vez. Sofrer é um prazer.
Estou usando o colar de pérolas que ela me deu há alguns anos. Eu só o uso em ocasiões especiais. Casamentos, formaturas... E agora funerais.
Ela parecia tão pequena no caixão...
Alguém colou os seus lábios, fechou sua boca para sempre. Tento não pensar no quanto isso é assustador.
No dia anterior eu havia tocado seu rosto enquanto ela respirava com dificuldade em um leito de hospital. Mas ali eu não consigo olhar para ela.
Preciso de outra taça de vinho.
Agora ela foi enterrada e não posso mais vê-la, mas fico imaginando seu corpo em decomposição. É normal pensar nos nossos entes queridos apodrecendo depois que eles se vão?
Eu não sei.
É a primeira vez que perco alguém importante.
Deveriam escrever um livro de etiqueta para o luto.
Com um capítulo sobre o que se deve vestir em um velório no mês de dezembro, quando é tão quente. E quais os melhores sapatos para correr pelo cemitério, quando você está atrasada para o enterro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário